Seguidores

quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

A importância de colorir para a educação infantil


Muitos pais e até mesmo professores não conhecem os benefícios da pintura para a educação de uma maneira geral e em especial para educação infantil. Por trás desse simples ato está o treino de controlar e segurar os lápis ou giz de cera, reconhecimento de cores, percepção de força, uma forma de terapia, estímulo à criatividade, coordenar olho e mão e noção espacial em duas dimensões.
Com um giz colorido na mão a criança é estimulada a fazer força sobre o papel, ação extremamente importante para o fortalecimento das mãos, que, futuramente propiciará o traçado seguro das letras e números. É uma terapia também, visto que, nesse momento da atividade o pequeno estará concentrado, esmerando-se para preencher o contorno das formas, observando os limites de linhas dispostas além de lembrar o quanto é necessário realizar uma atividade com vontade para que seu resultado seja uma obra bem-feita.
Esse exercício possibilita ainda o conhecimento do próprio corpo como já foi dito, na própria força e nos olhos e mãos, despertando a atenção necessária para realizar cada atividade.
O reconhecimento das cores faz parte das competências exigidas no currículo de educação infantil, há relatos de crianças que chegam ao ensino fundamental sem esse conhecimento.
No mundo atual, percebemos que quem se destaca no mercado de trabalho é o indivíduo com motivação interna e criatividade, é claro que todos desejam uma vida de sucesso para seus alunos e filhos, por isso vamos incentivá-los à pintar, criar, inventar, sabe quando eles pintarem um cavalo de azul, um sol de roxo? Pode deixar, ela está usando sua criatividade e todos os benefícios citados para se desenvolver.



                                                                                   Professora Mirella Azenha
Este texto é baseado no artigo: Colorir: qual a importância? Da autora Tatiana Sibovitz e nos Parâmetros Curriculares para a educação infantil disponível no site do Ministério da cultura. Está publicado no blog: www.mirellaazenha.blogspot.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Modelos de relatórios para o 2º ano

a) Registro (s) do processo de desenvolvimento cognitivo e sócio afetivo do (a) e intervenções pedagógicas realizadas: Arthur Ferreira...