Seguidores

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Torturas televisivas gratuitas

Está cada vez mais insuportável assistir ao horário eleitoral, acredito que ele não foi feito para isso. Tento os debates, é pior ainda, misericórdia! Não aguento por muito tempo. Os candidatos viraram farinha do mesmo saco um ofendendo o outro, e outro revidando, uma baixaria só. Enquanto o Tucano e a Petista se gladiam, esquecem que há pessoas os observando e fazendo suas próprias avaliações, perdem um precioso tempo apontando falhas e calúnias um do outro e deixam de lado o que realmente importa: as propostas e os planos para nosso país, e seria exemplar se essa responsabilidade de esclarecimento viesse acompanhada de demonstrações públicas de respeito acima de tudo. É esse o respeito que eles têm pelos eleitores que vão colocá-los lá no primeiro dia do ano que vem? parece que não me sinto uma idiota vendo-os.
Parece que voltamos ao passado onde os religiosos ditavam as regras norteadoras para nossa vida em sociedade, tantas lutas por nada!? Hoje gostaria de dizer que nós somos totalmente livres para pensar e dizer o que quisermos sem que haja nenhuma censura, mas isso não acontece, até nas próprias igrejas você é reprimido, experimente falar para alguém que não acredita em Deus para ver o que acontece, mas vamos deixar isso para lá.
Em Brasília há uma disputa que é uma palhaçada. Imagine um homem que não pode se candidatar a governador, pois responde inúmeros processos na justiça, então de última hora ele coloca sua mulher laranja Weslian Roriz, para assumir seu lugar na disputa cuja candidatura é aceita pelo STF faltando menos de doze horas para nossa visita as urnas. É uma safadeza, pegue as horas de trabalho em cima da lei da ficha limpa e rasgue! E quem votar nela que limpe os glúteos* com o título de eleitor ao chegar em casa. A mulher mal sabe responder os questionamentos que lhes são feitos, comete erros graves que deixam sem sentido a suas replicas ou explanações. E isso nem é tudo, a insegurança na retórica é notória, é comum ela dizer que vai contratar muitos técnicos ou que vai fazer tudo com muito amor e carinho(vai f* tudo)! Basta buscar pelo youtube e rir bastante, mas ria dela e não deixe que eles riam de você depois.
Não quero aqui dizer que quem não sabe se expressar ou fala errado não é capaz, mas que ela aparenta não ter leitura de mundo isso sim. Será que em anos de participação na vida política de seu marido não lhe deu vontade de buscar conhecimento? Resolvi escrever este após ouvir da minha amiga de faculdade afirmar que fez campanha para uma determinada candidata a deputada distrital apenas esperando receber um emprego pelos próximos 4 anos, na minha opinião isso é ridículo,  esse é o meu ponto de vista! E o seu?

 “O que um governador faz? Bem, isso eu não sei, mas vote em mim que o mau marido sabe!” Weslian, a Tiririca Candanga.”

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Modelos de relatórios para o 2º ano

a) Registro (s) do processo de desenvolvimento cognitivo e sócio afetivo do (a) e intervenções pedagógicas realizadas: Arthur Ferreira...